quinta-feira, 9 de abril de 2009

Você Sabia?

Pilates é criação da guerra
Criador do método físico era um prisioneiro alemão
por Felipe Van Deursen


O menino Joseph era frágil. Magro e subnutrido, sofria de bronquite, crises asmáticas e febres reumáticas. Aos 80 anos, Joseph era um senhor famoso, de saúde e conta bancária invejáveis. Tudo graças a uma série de atividades físicas criadas por ele e batizada com seu sobrenome: Pilates – aquela prática que exercita força e flexibilidade com aparelhos cheios de barras e argolas.
Perto de Düsseldorf, Alemanha, onde morava, Joseph Pilates ajudava desde pequeno um médico em suas consultas e lia muito sobre medicina e civilizações antigas, especialmente a grega. Obcecado com a idéia “corpo são, mente sã”, já adolescente tornou-se um versátil esportista.
Em 1912, aos 32 anos, conhecido na região por seus excêntricos exercícios, viajou com uma companhia de circo para a Inglaterra. Em 1914, quando eclodiu a Primeira Guerra, foi preso por ser de um país inimigo. Para não ficar parado, colocou todo mundo de seu quarto para suar usando o que tinha à mão, como beliches e cadeiras. No fim do conflito, em 1918, uma epidemia de gripe que matou milhares de pessoas no país poupou os protegidos de Pilates, dando fama a seu método. Em 1926, viajou aos Estados Unidos e montou, em Nova York, o Pilates Studio – academia que se espalharia pelo mundo todo.

Saúde é o que interessa
O método Pilates virou febre mundial
Inspiração hindu
Além dos gregos, quem influenciou Pilates foram os hindus. O método tem uma clara referência à ioga. O negócio do pilates é o equilíbrio entre mente e corpo e a busca pelo controle do organismo – também é chamado de contrologia.
Moda sem fronteiras
Nos Estados Unidos, são 10 milhões de praticantes. Entre as celebridades que aderiram ao pilates estão a cantora Madonna e o jogador de golfe Tiger Woods. Aqui no Brasil, Emerson Fittipaldi, Marília Gabriela e dezenas de atores.
À frente do tempo
O método foi trazido ao Brasil pela chilena Inelia Garcia, em 1997. “Pilates desenvolveu exercícios para as mandíbulas que mascam muitos chicletes e os olhos que vêem muita TV. E ele morreu nos anos 60, quando essas coisas não eram comuns”, diz.

Na prisão, ele improvisou
Exercícios eram feitos até em cadeira de rodas

Joseph Pilates não deixou nenhum de seus companheiros de prisão parados, nem os mais debilitados. Se alguém estivesse preso a uma cadeira de rodas, ele a adaptava para seus exercícios. Na cama, usavam-se molas, estrados, barras. Por isso os aparelhos da técnica se assemelham ao móvel.
Graças a seu método, Pilates tinha uma saúde de ferro. Tanto que teria morrido, aos 87 anos e sarado, em um fatídico incêndio em seu estúdio. Quem herdou seus ensinamentos foi sua ex-aluna Romana Kryzanowska, hoje uma velhinha de 84 anos – e igualmente saudável.

7 comentários:

Anônimo disse...

sou adepta ao pilates! acho esses exercicios complementares a tudo qto eh esporte. ele fortalece sua musculatura e favorece a sua mente. experimente!
valeu a divulgacao!
soon

Cris Folgar disse...

Oi Joka !!
Obrigada por visitar meu http://reciclandocomdesign.blogspot.com/ e por ter gostado...ainda não peguei o "tom" mais chego lá!
Percebi que vc é ligado no 220, legal quem sabe lendo seus post´s volto a me animar, ando com uma preguiça rs...e só comendo chocolates rs...
Abraços.

Carlos Lopes disse...

Joka

vim deixar um abraço e desejar boa pascoa

JOKA disse...

Cris e Calos boa Pascoa p/ vcs amigos...

VILELA disse...

Olá Joka, boa noite e boa Páscoa.
Legal a postagem sobre Pilates, você já sabe que faço praticamente todo dia, principalmente visando o controle da respiração e a isometria nos exercícios, mas faço a variação no solo, pois a de aparelhos é um pouco fora da realidade monetária rsrsrs
Abraços

JOKA disse...

kkk Obrigado Mr.Vilela!!! Sei sim que vc faz o pilates muito bom!!!! Boa Pascoa p/ vc e sua familia fique c/ Deus amigo guerreiro...

Xampa disse...

otimo post e otimo metodo.
revolucionario o cara.