domingo, 17 de maio de 2009

Bolt ganha os 150 m em rua de Manchester e pulveriza recorde

Em Manchester (ING)
O velocista Usain Bolt, recordista mundial dos 100 m e 200 m rasos, venceu a prova de 150 m disputada em uma pista montada nas ruas de Manchester, na Inglaterra, neste domingo. Além disso, ele cravou o melhor tempo na história da distância, que não é disputada em Olimpíadas e mundiais de atletismo.

BOLT DÁ SHOW EM PISTA NA RUA
Andrew Yates/AFP
Usain Bolt não teve adversários na prova de 150 m rasos, nas ruas de Manchester (ING)
Niggel Roddis/Reuters
Jamaicano comemorou com a pose que o fez famoso nos três ouros olímpicos, em 2008
Lindsey Parnaby/EFE
Nos 10 km, mais um recordista ficou com a vitória, o maratonista Haile Gebreselassie
VEJA O ÁLBUM DE FOTOS DO FEITO
MAURREN LEVA O OURO NO GP RIO
VEJA AS FOTOS DO DIA NO ENGENHÃO
MURER CULPA VARAS POR RESULTADO
LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE ATLETISMO
Com 14s35, Bolt pulverizou a marca do canadense Donovan Bailey, que fez o tempo de 14s99 em junho de 1997, em um duelo que valeu um milhão de dólares contra Michael Johnson. O italiano Pietro Mennea já fez a distância em 14s8, mas em 1983, com cronometragem manual.

"É um novo recorde para a minha lista e em minha primeira competição importante da temporada. Por isto estou feliz de poder correr sem problemas", comentou Bolt sobre o resultado. "Acho que nos treinos consegui correr os 150 metros em 14 segundos baixo, mas não devo me preocupar com tempos. Quando
me preocupo é que passo a correr mais devagar."

Neste domingo, nas ruas da cidade inglesa, o jamaicano retornou após um acidente de grave, em que o susto foi grande, mas o atleta sofreu ferimentos leves e adiou sua estreia na temporada. Classificado diretamente para a final, ele bateu os britânicos Marlon Devonish e Simeon Williamson.

Devonish chegou longe do três vezes medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim, com o tempo de 15s07. No feminino, a norte-americana Debbie Ferguson-McKenzie ficou com o ouro com 16s54, à frente da campeã olímpica dos 400 m rasos Christine Ohuruogu, com 17s10.

Futuro e recordes
Bolt ainda falou sobre os 100 m rasos, a prova mais tradicional do atletismo. "Meu treinador disse que eu poderia ter feito 9s54 em Pequim, e acredito que realmente possa. Não penso nisso, mas creio que é possível bater o recorde de novo."

O jamaicano, de apenas 22 anos, planeja competir por mais seis anos e fala em se aposentar em 2013. "Meu objetivo é me transformar em uma lenda, e estou trabalhando muito duro para conseguir"

Etíope vence os 10 km
O maratonista etíope Haile Gebreselassie não teve problemas e comprovou o seu favoritismo em prova de 10 km na cidade inglesa de Manchester. O atleta não chegou ao recorde, mas brilhou no evento.

Com o tempo de 27min39s, o etíope ficou a apenas 38 segundos do recorde. Ele foi melhor que o libanês Ali Mabrouk el-Zaid, que ficou com a segunda colocação, com uma desvantagem de 34 segundos.

No feminino, mais uma vez o domínio africano, mas com vitória para o Quênia. Vivian Cheruiyot fechou na frente, completando o percurso em 32s01. Sara Moreira, de Portugal, foi a segunda colocada.

Nenhum comentário: